05
Jan 10

Palavras

 

Sabendo não saberei

Mas sempre o soube

Com versos ou prosa

Sempre as conheço

De cor ou com cábulas,

Aquelas simples palavras

Doces, amargas, salgadas,

Como se as conseguisse provar

Palavras simples e complexas,

Que na frente de batalha

Matam, mentem, destroem

No entanto com a simples luz da esperança

Salvam, protegem, amam.

 

publicado por Angela às 20:11

comentário:
Uau!
Que poema lindo! Temos escritora!
Beijo e parabéns!
Joana de Miranda a 5 de Janeiro de 2010 às 22:12

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
links
I <3 Vampires - only on Take180.com
blogs SAPO